domingo, 26 de outubro de 2014

A estátua

Meus queridos, quase todos estão revoltados com essas eleições. Eu confesso minha indignação desde o primeiro turno aqui nesse país. Tinha uma raiz de esperança que algo de bom desse um check-mate na impunidade, mas a única maneira de destruir tudo isso, a corrupção e a bandalheira, é a Rocha.
Depois de tudo o que aconteceu, intensifique ainda mais sua vida com Deus (todos nós vamos precisar), pois de tudo o que nos resta é se esconder debaixo de Sua poderosa mão.
Há uma grande insatisfação. Uma sensação na garganta onde está entalado um grito, e acredito ser de raiva.
Então, confiemos em Deus. Há uma promessa de que Ele vai destruir toda essa coisa maluca chamada política. Falo porque me lembro do livro do profeta Daniel, quando Nabucodonosor (esse nome horrível mesmo) teve um sonho de uma estátua impressionante, dividida em vários tipos de metais, sendo apenas os pés de ferro misturado com barro. De repente, uma rocha foi lançada sobre a estátua sem auxílio de mãos, e destruiu a estátua.
Deus deu a interpretação do sonho a Daniel e o entregou a esse rei de nome estranho: Cada parte de metal da estátua atribuía a um período de reino na terra. Se você procurar saber, vai ser muito interessante, pois o que posso concluir aqui é que a pedra, a Rocha, chama-se Jesus. Ele um dia vai acabar com esses reinos, essas possessões, que claramente estão caminhando para o fim.
Por isso reitero: Firma-te em Deus. É melhor estar com a Rocha do que ser destruído.
Vandressa Holanda Gefali

Direto desta geração